Micasa Planejados


27°C - Maceió

Alagoas, 24 de outubro de 2014

Alagoas

Delegado conclui investigações de tentativa de homicídio contra advogado

Janadares Sfredo e Sérgio Sfredo deverão prestar depoimento nesta quinta (27)

Mylena Fernandes

26/03/2014 às 15:22
Reprodução

Chega ao fim as investigações da tentativa de homicídio do advogado Marcos André de Deus Félix, de 40 anos. De acordo com informações, cinco pessoas estavam envolvidas no atentado, além da proprietária da pousada onde o delito foi registrado. O delegado Jobson Cabral, titular da Delegacia de Marechal Deodoro, teria afirmado que  Janadares Sfredo e o marido Sérgio Sfredo são acusados de serem os mandantes do crime.

As investigações teriam revelado que a camareira da pousada, identificada por Maria Flávia dos Santos, de 26 anos, é acusada de ter feito o contato com os atiradores. Ela é namorada de Juarez Tenório da Silva Santos, conhecido como Júnior Tenório, condutor do veículo que levou os atiradores até a pousada.

O delegado teria revelado que Álvaro Douglas do Santos, o ‘Alvinho’ e Elivaldo Francisco da Silva são apontados como os responsáveis de ter atirado no advogado. Ele ainda teria contado que a Polícia Civil busca ainda prender Valderi José Santos de Freitas, de 24 anos, suspeito de ser o responsável de mostrar o advogado para os a dupla que efetuou os disparos.

Jobson Cabal ainda teria informado que na manhã do dia seguinte ao crime, Janadares foi até a casa de Maria Flávia dizendo para a mesma arrumar os seus pertences para que ela fosse ao Rio Grande do Sul, cuidar da mãe da proprietária da pousada, que tem 84 anos. A acusada teria entregue o veículo Corsa Classic de cor bege e de placa INO–6203/Marechal Deodoro, e também um cartão de crédito para financiar a viagem.
O delegado ainda teria informado que Flávia se encontrou com o Júnior e os atiradores, mas não chegou ao Estado do Rio Grande do Sul. De acordo com as investigações, os acusados estariam em Aracaju, no Estado de Sergipe.

Segundo informações, o advogado do casal, Leonardo de Moraes, teria confirmado que as informações de que Janadares foi até a casa de Flavia para que ela fosse ao Rio Grande do Sul. Ele ainda teria acrescentado que a acusada já teria respondido por denunciação caluniosa no RS, mas foi absolvida alegando problemas mentais.

Jobson Cabral ainda teria ressaltado que a proprietária da pousada é agente penitenciária licenciada por questões mentais. Já o marido Sérgio Sfred é major reformado da Polícia Militar do Rio Grande do Sul.

Uma perícia telefônica foi solicitada pelo delegado Jobson Cabral, com intuito de identificar se houve comunicação entre os acusados e o casal antes do crime.

Saiba mais sobre o caso:

O crime foi registrado no último dia 14 deste mês, na Praia do Francês, no município de Marechal Deodoro. De acordo com o delegado, o casal deve prestar depoimento nesta quinta-feira (27), na Delegacia de Marechal Deodoro.

Segundo as investigações, havia uma divergência entre o advogado e a proprietária da pousada, desde 2010, em consequência de uma briga judicial. Janadares perdeu, na Justiça, a posse da Pousada Lua Cheia. A ação de despejo foi impetrada pelo Marcos André, que representava o dono do imóvel na época.

Deixe seu comentário

Farol!Novidades

Fique por dentro das noticias e tudo mais sobre sua região.
Cadastre-se e receba as novidades nosso portal em seu email!

  • Cristãos iraquianos pedem ajuda internacional http://t.co/gFstvriVBG // cerca de 5 horas