Jô e Wandeca lançam biografias

Por

Quando todo mundo julgava que Jô já tinha dado tudo o que tinha pra dar, eis que em 1995 o Gordo surpreende com sua estreia no  mundo da literatura.


Notre-Dame de Paris

Por

Com cuidado, apalpou o monte de carne disforme que se acumulava bem em cima da omoplata esquerda. Está crescendo…


De profundis

Por

Numa curva súbita, ouço uma algaravia semelhante a vozes. Não eram vozes humanas, entendam, mas pareciam.


Na Estrada do Mosteiro

Por

O fusquinha branco está até hoje no Museu da Wolksvagen em Wolfsburg, na Alemanha.


HOLLYWOOD ESTÁ EM CHAMAS

Por

A onda de denúncias dos últimos dias contra chefões da indústria do cinema continua repercutindo na mídia internacional.


C A T S

Por

Às vezes ele olhava além de mim, ou através de mim e enxergava coisas que eu não via.


AVES APAIXONADAS

Por

Conversando com Lenerô, minha vizinha de muro traseiro, fui por ela informado que as avezitas sumiram por se encontrarem em fase de acasalamento.


F R I D A S

Por

Frida sumiu. Eu já estava esperando por isso. Ou Frida desceu do caminhão ou resolveu ficar na casa antiga mesmo.


MAJOR TOM

Por

Corajoso e bom de braço, meteu-se em perrengues homéricos, o que só ajudou a formatar a lenda que já crescia em torno de seu nome.


SUPER – HOMEM

Por

Nunca me identifiquei com o drama de Ivana-Ivan, que sempre achei meio forçado.


Palhaço assombra a América

Por

A Coisa não é um palhaço nem um leproso, mas uma energia maligna expulsa do Universo.


O Bacalhau da Veveta

Por

O apresentador mais escrachado da TV brasileira passou por quase todas as emissoras em sua longa carreira.


SUICIDAS

Por

Suicídio entre os jovens parece ser uma coisa endêmica em Piraju.


Harry Potter faz 20 anos

Por

Traduzida para 73 idiomas, a série vendeu, até maio de 2015, 450 milhões de exemplares.


O Festival dos Festivais

Por

Verdade? Mentira? Pouco importa: o fato é que a sigla pegou.


Bilheterias reduzem Múmia a pó

Por

Gente velha, gente grande e adulta não vai mais a cinema, preferem a comodidade do sofá em casa e a tela grande da TV ligada nos canais pagos da vida


Fartura desenterra ovos de Saci

Por

Isso lembra muito histórias contadas à luz de lampião no alpendre de uma casa onde vizinhos se encontravam para contar causos de assombração e todo mundo ia dormir tremendo de medo.


Pelos palcos da vida

Por

Considero os clássicos, de qualquer categoria, intocáveis, acima do Bem e do Mal. Mais nada sobre eles deve ser dito e ponto final


Ritinha e o Boto

Por
Como tudo tem que mudar para permanecer a mesma coisa, a onda agora é a novela das 9, saudada por críticos e saudosistas de plantão como A Salvação da Lavoura, dados seus altos índices de aceitação no horário

Outros personagens gravitam na trama, muito bem amarrada, por sinal: além da pérfida Cruela Magrela, tem outra compridona, a Viciada, que só joga, perde e esconde o vício de todo mundo!


Três vezes King

Por
Mesmo com o preço assustador, fãs não deixam de adquirir a obra

Os milhares de fãs brasileiros do escritor norte-americano Stephen King (entre os quais eu me incluo faz tempo) estão com o sorriso estampado de orelha a orelha: a Suma das Letras, editora que publica o autor no Brasil anunciou um pacote de obras de King de dar água na boca! Os livros incluem a reedição… Ler mais


CANNES é mais arte que show

Por
O festival de Cannes tem muito mais prestígio artístico do que o Oscar, considerado um prêmio (e uma festa) cafona.

Termina no próximo domingo, 28, o Festival de Cannes edição deste ano, 2017, cujo cartaz homenageia a atriz italiana Claudia Cardinale, de clássicos como “Rocco e seus Irmãos”, “O Leopardo” (ambos de Luchino Visconti), “Era Uma Vez no Oeste”, de Sergio Leone, “O Belo Antonio”, de Mauro Bolognini e tantos outros sucessos do consagrado cinema… Ler mais


“Despacito” ganha o mundo

Por
Musica tomou conta do gosto popular

Nem Julio Iglesias. Nem Luis Miguel. E muito menos Roberto Carlos, com ou sem Jennifer Lopes, no infantilóide “Chegaste” (llegaste). A segunda canção interpretada em língua não-inglesa (no caso, o espanhol) a atingir o topo da parada norte-americana (o notório Billboard TOP 100) é “Despacito”, regaton do cantor porto-riquenho Luis Fonsi feat o rapper norte-americano… Ler mais


Breve Tour Gastronômico por Piraju

Por
Carlinhos visitou restaurantes

Pois é, amigos de Itaporanga, Itaí, Itararé, Itapeva e demais cidades desse circuito encantador repleto de gente boa, simpática e bem informada que estão ao alcance de nosso site, o Farol Notícias. Caso venham a Piraju, a negócios ou passeio, quero lhes apresentar o pequeno breviário que preparei para vocês no tocante ao quesito alimentação.… Ler mais


Sargento Pimenta chega aos 50

Por
Sempre os meninos de Londres

Há 50 anos atrás de hoje (primeiro de junho de 1967, para ser mais exato), o mundo parava extasiado para ouvir, discutir, pensar e remoer aquilo que meio século depois (ou antes) seria considerada uma das obras de Arte mais significativas do Século XX: os Beatles lançavam seu oitavo álbum de estúdio, o mítico “Sgt.… Ler mais


Rock In Rio 2017 Ignora Metal

Por
No rock, o setor “Heavy Metal” é o que tem mais bandas e está em expansão. Tem mais até do que no POP, gênero que se auto-consome: vive dele mesmo, numa antropofogia musical que nenhum maluco explica.

Carlinhos Barreiros Há seis meses da abertura (15 de setembro) e com o line up já quase fechado, nota-se absurdamente que o Rock N Rio em sua edição deste ano resolveu virar as costas para o Heavy Metal das camisetas pretas e cabelos compridos. Pena. Esse – os sujos, os feios, os fedidos e os… Ler mais


Em Itaporanga…

Por
Abadia de Itaporanga, de todas as posições algo maajestoso

Me lembro perfeitamente da primeira vez que pisei em Itaporanga. Já tinha ouvido falar muito, pois naquela época vivia passeando em Itaí. Mas não me interessava muito não. Por que? Nem me perguntem, nem eu sei. Achava tão distante quanto os anéis de Saturno, e sem o brilho destes. Daí, pela voltas que o mundo… Ler mais


The Wall

Por
Great Wall

Bem bacana essa produção americano-chinesa que conta uma das lendas que cercam o mito de porque a Grande Muralha, na China, teria sido construída. No Século XV, dois mercenários brancos, William (Matt Damon, sempre bonitinho) e Tovar (Pedro Pascal) estão à procura da pólvora (aqui chamada de “pó negro”) quando se deparam com criaturas sanguinárias… Ler mais