Por
Atualizado em

Chuck Berry se foi, mas o rock não. Rock’n’roll é o legado, a herança que ele nos deixa. O cara que mostrou ao mundo como se empunha uma guitarra. Uma introdução marcante, ritmo dançante e letras sobre se divertir.

Chuck Berry
Mr. Berry não inventou o rock sozinho, é claro, mas sua atitude dentro e fora do palco serviram de inspiração para jovens músicos daquela época, como os que vieram a formar os Beatles e os Rolling Stones.

Chuck foi importante pra guitarra e o rock como Mozart e Beethoven foram pra música clássica. Por falar em Ludwig Van Beethoven, ele é citado na letra e título de um de seus clássicos, Roll Over Beethoven.

Aos noventa anos, Mr. Berry gravou um novo álbum (depois de 38 anos), intitulado “Chuck”. Com participações especiais, dentre delas eu destaco Tom Morello, guitarrista do Rage Against The Machine e Audioslave. Morello contribuiu na faixa Big Boys, faixa que é simplesmente rock’n’roll, isso nos basta.

Em resumo vos digo, não é momento de tristeza e sim de reverenciar uma grande músico. Espero ouvir muito Johnny B. Goode.

Ouça Chuck Berry e faça o duck walk (um passinho clássico do mestre).

Duck Walk

Para sempre…

“Go, go, go, Johnny, go, go

Go, Johnny, go, go

Go, Johnny, go, go

Go, Johnny, go, go

Johnny B. Goode”

E a versão de Marty Mcfly no filme “De volta para o futuro”

Espalhe essa notícia

André Garcia

Fã de bandas como Beatles, Rolling Stones, Motörhead e Black Sabbath. Tocou guitarra e baixo em várias bandas de garagem.

Saiba mais sobre Ame o Rock