Proteção da fauna silvestre é tema de palestras em Itaí

Por
Atualizado em
A Geógrafa do Meio Ambiente - Eliana entre os palestrantes Héber Fuentes e Marina Peres
A Geógrafa do Meio Ambiente – Eliana entre os palestrantes Héber Fuentes e Marina Peres

Aconteceu nesta quarta-feira, 22 de Novembro, no Plenário da Câmara Municipal de Itaí, palestras de renomados especialistas e professores sobre a proteção da fauna silvestre promovido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Itaí.

Na oportunidade, os palestrantes puderam demonstrar aos presentes, a degradação ambiental ocorrida pela insensatez humana, queima da mata, corte irresponsável de árvores(desmatamento), caça predatória entre outras tantas atitudes maléficas que o ser humano causa a Natureza. 

O biólogo e Perito Ambiental – Héber Fuentes  abriu o ciclo de palestras enfatizando sobre a fauna e sua degradação pelo ser humano em queimadas e supressão vegetal. Apresentou algumas imagens triste de animais silvestres mal tratados pela ignorância e maldade humana. Alertou em seu discurso sobre risco de perdermos algumas especie em extinção. “Devemos ter plena consciência do quanto esses seres vivos(animais) são importantes para nossa sobrevivência e da Natureza. Devemos respeitar o espaço desses animais não desmantando ou mesmo realizando caça ilegal que é considerado crime”, destacou o biólogo.

O ciclo de palestras teve continuidade com a palestrante Dra. Marina Peres, graduada  em medicina veterinária e doutorado em medicina preventiva. A palestrante sintetizou sobre a proteção da fauna silvestre e os cuidados que devemos ter com esses animais em seu habitat natural. Destacou em seu discurso também sobre atendimento clinico aos animais silvestres, alguns deles atendidos em hospital veterinário com ferimentos causados pelos predadores ou acidentes, são resgatados e avaliados, boa parte deles voltam para seu habitat natural após tratamento e plena recuperação.   

Espalhe essa notícia

3 visualizações
Luis Carlos Luciano

Luis Carlos Luciano é profissional na área de jornalismo. Trabalha como editor, redator e por vezes diagramador. Já prestou serviços para vários jornais da região e foi fundador de alguns veículos que ainda circulam, seja nesta ou em outras regiões do estado. Também é gráfico, farturense de origem, itaporanguense de coração, itaiense devido à profissão e palmeirense por paixão.