Por
Atualizado em
Feliz aqueles que podem desfrutar desse paraíso maravilhoso, unindo família, amizade, alegria e a pintura natural deste artista único.

O Por do Sol no rancho dos Mano’s, lindo como ele só

O planeta é enorme e em pontos estratégicos parece que Deus foi mais que bondoso, Ele foi simplesmente incrivel!

Existem muitos lugares que todos sonham em conhecer, buscam roteiros de viajem, gastam fortunas para apreciar um Pôr do Sol, o brilho do mar, a floresta em si, enfim, o que a natureza lhe oferece.

No entanto, algumas regiões são privilegiadas por esse presente de Deus e, uma delas, se localiza ali, no Bairro Água da Figueira, município de Siqueira Campos, as margens da represa da Duke Energy, em frente à Alemoa, onde eis que o “Divino” quem sabe até num dia de folga ou, pelo contrário, de muito trabalho, construiu a “miniatura do Paraiso” e transformou o local em momentos mágicos que só a arte d’Ele, poderia ser apreciada.

Bem ali, no Rancho dos Mano’s, a natureza se impõe e apresenta um espetáculo lindo e indecifrável. Bem ali, no Rancho dos Mano’s onde se reúnem amigos, familiares, músicos e piadistas, onde a comida é farta, bebida envolve a amizade e o apreço pelo apreciar da natureza se faz presente, é onde ser humano, natureza e Deus se encontram.

Feliz aqueles que podem desfrutar desse paraíso maravilhoso, unindo família, amizade, alegria e apreciar a pintura natural deste artista único, Deus.

Feliz de quem, proprietário do local, recebeu embora mesmo não saiba, a incumbência de preservar o que ali existe, para que o Céu responda com tanta beleza num agradecimento lindo e convidativo para a calma, para o viver, para apreciar o que há de melhor.

Espalhe essa notícia

Luis Carlos Luciano

Luis Carlos Luciano é profissional na área de jornalismo. Trabalha como editor, redator e por vezes diagramador. Já prestou serviços para vários jornais da região e foi fundador de alguns veículos que ainda circulam, seja nesta ou em outras regiões do estado. Também é gráfico, farturense de origem, itaporanguense de coração, itaiense devido à profissão e palmeirense por paixão.