Feira das Nações voltará a ser realizada em Avaré

Redação
Redação Eventos
Banner divulgação

Uma excelente notícia: a tradicional Feira das Nações voltará a ser realizada em Avaré pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Avaré (APAE). Será de 11 a 13 de outubro, em local ainda a ser definido pelos organizadores. De acordo com o presidente da APAE, Alcides Francisco Pepe, o evento já conta com o apoio irrestrito da Prefeitura, de instituições como o Rotary Club e voluntários.

Em anos anteriores, a Feira das Nações, que tem renda revertida para a APAE, foi a responsável pela construção da atual sede da entidade, localizada na Avenida Donguinha Mercadante. Por enquanto, o que se sabe, é que cerca de 11 barracas já confirmaram participação.

História - Fundada em 12 de abril de 1969, a APAE iniciou suas atividades em uma casa cedida pelo casal Sra. Elvira e Sr. Dante Tezza na Rua Major Vitoriano, nº 190, cuja adaptação do prédio foi efetuada graças a colaboração dos segmentos da comunidade avareense.

Surgiu com a integração de um grupo de pais e amigos que sentiram a necessidade de um atendimento especializado para seus filhos e pessoas com deficiência. Em 1971 a APAE foi agraciada com uma sede, doada pelo Rotary Club de Avaré, tendo como presidente o Sr. Paul A. Bannwart e inaugurada em 18 de outubro de 1972. Com a crescente demanda e necessitando de instalações suficientes transferiu sua sede para o prédio da FEPASA em 28 de agosto de 1976, adaptado conforme necessidades para o atendimento e assistência a pessoa com deficiência.

Atualmente, após 50 anos de existência, a APAE, felizmente conta com sua sede própria, graças a colaboração de todo povo avareense, através da promoção da Feira das Nações, a qual proporcionou o lançamento da pedra fundamental da construção da sede própria em 8 de maio de 1987, no terreno doado pela família da Sra. Donguinha Mercadante, sendo inaugurada parcialmente em 29 de julho de 1990. Iniciou suas atividades e inaugurada em 29 de julho de 1999, após a conclusão da obra que foi edificada conforme padrões para atender esse público, além de equipamentos específicos a cada área de atuação, serviços auxiliares e programas alternativos, buscando cada vez mais ações inovadoras e necessárias a melhoria da qualidade do atendimento e serviços prestados, assegurando a superação de suas dificuldades e o desenvolvimento de suas potencialidades.