Angra Doce: Secretaria de Turismo de SP apoia novo polo turístico que inclui Itaporanga

Por
Atualizado em
Mapa que mostra a amplitude do Projeto Angra Doce

A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo está adotando Angra Doce como novo destino de ecoturismo. Localizada em torno da represa de Chavantes, na divisa com o Paraná, essa região é marcada por lindas paisagens de águas límpidas, baías de água doce, praias e ilhas fluviais, cachoeiras, montanhas e muito verde. Fica a pouco mais de 100 km de Bauru e a 400 km da capital paulista.

A Usina Hidrelétrica de Chavantes, localizada no Rio Paranapanema, a 3 km da foz do Rio Itararé, tem seu reservatório ocupando uma área aproximadamente 400 km2, com capacidade de armazenamento de 9,4 bilhões de m3.

O represamento das águas pela usina deu origem a um grande lago, de singular beleza natural, que conferiu aos municípios do seu entorno, incluindo Itaporanga, no Bairro São Sebastião, o potencial para desenvolvimento nessa região de entretenimento e lazer, com condições de se tornar um importante destino turístico do país.

Atualmente turistas dos quatro cantos do Brasil escolhem o destino local para prática de esportes, como canoagem, rafting, trekking, voo livre, paraglider, passeios náuticos, cavalgadas, caça e pesca.

Angra Doce é formada por 15 cidades, sendo dez paulistas – incluindo o município de Itaporanga -, na junção dos rios Paranapanema e Itararé. O nome foi escolhido pela semelhança que a região tem com Angra dos Reis, porém com água doce.

Os governos de São Paulo e do Paraná já firmaram parceria para investimentos na região, transformando-a no mais novo produto turístico. O projeto vai alavancar o turismo juntamente com práticas sustentáveis, preservação da natureza e melhoria da infraestrutura.

No dia 27 de julho, a Secretária Adjunta de Turismo do Estado de São Paulo, Bianca Colepicolo, esteve na cidade de Piraju, em Angra Doce, para reunião com representantes dos municípios paulistas que compõem o circuito turístico, Itaporanga estava representada pela Secretaria Municipal de Turismo e Cultura.

A região já possui uma Estância Turística, que é a cidade de Piraju, e dois municípios de interesse turístico, além de vários atrativos, passeios, hotéis, resorts e restaurantes. A ideia é melhorar ainda mais a oferta turística e colocar esse novo produto nos pacotes das agências e operadoras de turismo.

“Graças ao projeto Angra Doce, Itaporanga está para conquistar o MIT (Município de Interesse Turístico), o que fará com que nosso município receba verba anual para investimento em infraestrutura, com isso conseguiremos atrair novas empresas interessadas no turismo local e gerar emprego para nossa população. Itaporanga é sim um novo roteiro turístico da região e em breve estaremos prontos para receber grandes quantidades de visitantes para o turismo religioso, cultural e de atrativos naturais”, garante o prefeito Vilson Rodrigues “Cacheta”.

Texto por: Patrícia Chemin e Sabrina Valente

Espalhe essa notícia