Autoescolas têm atividades suspensas por suspeitas de irregularidades em Avaré

Redação Polícia
Fiscalização do Detran foi feita em maio

Duas autoescolas de Avaré (SP) tiveram as atividades suspensas por causa de suspeitas de irregularidades constatadas durante uma fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran).

As atividades das autoescolas foram suspensas preventivamente por 30 dias, desde o dia 10 de agosto. A fiscalização foi feita em maio.

Segundo o Detran de São Paulo, em uma das autoescolas um aluno que constava no sistema como presente em uma aula teórica, para emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), não estava na aula.

Já na outra autoescola, constava no sistema que uma aula prática estava sendo realizada, mas não aconteceu.

O Detran afirma que as duas irão responder processo administrativo, podendo ficar sem credenciamento para realização das aulas. O órgão aguarda por uma defesa antes da conclusão do processo.

Uma delas afirmou que o aluno que estaria fazendo a aula prática teve dores no corpo, que o impedia de se movimentar, sendo necessário atendimento médico.

O instrutor teria levado o aluno ao pronto socorro da cidade, sem fechar a aula. Nesse período, a fiscalização teria sido feita.

A autoescola ainda disse que nunca realizou práticas em desacordo com a Legislação de Trânsito, em 20 anos de atividade. Além disso, se colocou à disposição para apresentar os exames do aluno.

Já a outra autoescola informou que no dia da fiscalização, um dos alunos registrou a digital e saiu do estabelecimento, ficou em um carro em frente ao local, e não assistiu a aula.

Afirmou também que a situação foi identificada e a aula do aluno cancelada. Eles irão entrar com recurso junto ao Detran.

Mais notícias